© 2016 por Jane Preis Sella.

CLÍNICA AVANÇADA DE OTORRINOLARINGOLOGIA

caomaringa@yahoo.com


Tel: (44) 3266  -1819

      (44) 99852-1819

 OTOPLASTIA-

PLÁSTICA DAS ORELHAS

     Otoplastia é a cirurgia para corrigir a alteração anatômica conhecida como orelha em abano ou proeminente. Tem como principal objetivo tornar a face mais harmônica de modo que a orelha em abano pare de chamar a atenção no conjunto facial. 

 

A orelha de abano é a malformação mais frequente do pavilhão auricular. É caracterizada pela rotação anterior da orelha (afastamento da orelha em relação ao crânio), normalmente associada ao apagamento de dobras ou saliências internas.

 

        Pode ser hereditária e apresentar diversos graus de acometimento. Essas alterações fazem com que as orelhas fiquem mais evidentes e aparentem serem maiores do que realmente são. Isso pode incomodar adultos e, principalmente, crianças e jovens, além de gerar ansiedade e preocupação nos pais.

      A cirurgia de correção de orelhas de abano é indicada em crianças e adultos que possuem orelhas em forma de abano para tornar as orelhas menos proeminentes e mais harmônicas em relação ao contorno facial, além de melhorar a definição de seus contornos internos.

 

       O objetivo da correção de orelhas de abano (otoplastia) é diminuir da projeção das orelhas em relação ao crânio (rotação das orelhas para trás) e melhorar a definição de seus relevos internos (criação de dobras e saliências internas).

      A idade pré-escolar, após os seis anos, é a ideal para a realização da cirurgia. Nesta fase, as orelhas já atingiram aproximadamente o tamanho de adulto e a criança está prestes a entrar na escola.  Nesta fase, os danos psicológicos podem ser interrompidos precocemente. O sucesso dos resultados da otoplastia é o mesmo em pacientes adultos.

 

       A anestesia local associada à sedação é a mais utilizada, mas a cirurgia também pode ser realizada sob anestesia geral, dependendo de cada paciente.

 

A cirurgia, em geral, leva em torno de 1 a 2 horas e o tempo de internação é de 8 a 12 horas. Normalmente, o paciente é liberado no mesmo dia.

 

       No pós-operatório, lança-se mão de faixa compressora para manter as orelhas no lugar durante a cicatrização.O período de manutenção da faixa é determinado pelo médico, devendo permanecer por período integral durante 3 semanas e depois somente para dormir até completar 45 dias de pós-operatório.

      Os pontos serão retirados 7 a 10 dias após a cirurgia e as cicatrizes ficam escondidas nos sulcos atrás das orelhas e na maioria das vezes têm ótima qualidade estética. Apesar de o resultado já ser notado no pós-operatório recente, só após 3 a 6 meses teremos um resultado definitivo.